Políticas de igualdade para uma economia decente criar PDF versão para impressão
01-Abr-2009
 joao_rodrigues.jpg Gustavo Toshiaki 
O desafio que está colocado à esquerda socialista, ao bloco de esquerda, é pesado. Trata-se de contribuir para fazer assentar as políticas públicas, em época de crise do modelo de desenvolvimento neoliberal, em três novos pilares que transformem o Estado em solução para os problemas com que estamos confrontados. Política de igualdade para uma economia decente é o nome desses três pilares alternativos.

Contributo de João Rodrigues e Gustavo Toshiaki
 
Guerra é terrorismo criar PDF versão para impressão
01-Abr-2009
Bomba de fragmentaçãoAs bombas de fragmentação representam a primeira causa de ferimentos e mortes de civis nos conflitos armados das últimas décadas. Cada bomba cluster, como também se chamam, espalha centenas de bombinhas (bombolettes) das quais cerca de 15% não explodem ficando disseminadas pelo terreno. Cada uma delas é uma autêntica mina anti-pessoal, com o precioso detalhe de serem coloridas, tornando-se mais atractivas para as crianças.

Contribuição de Mário Tomé

 
Contra a desertificação, desenvolvimento sustentável criar PDF versão para impressão
03-Abr-2009
PiódãoBasta dar uma volta pelo interior do nosso país para constatar o despovoamento das nossas aldeias, vilas e cidades. O continuar da debandada para as cidades do litoral, trouxe o caos nas periferias urbanas e diminuiu a qualidade de vida da generalidade dos portugueses.

Contributo de Cecília Moutinho da Silva

 
Políticas de igualdade e de desenvolvimento para o Alentejo criar PDF versão para impressão
02-Abr-2009
Alentejo Foto de Lunae - FlickrO progresso do Alentejo só pode passar por estímulos que lhe sejam exteriores, ou seja, por um plano de desenvolvimento para a região, gizado e concretizado pelo Estado.

Contributo de Constantino Piçarra

 
Por uma política de drogas justa e eficaz criar PDF versão para impressão
31-Mar-2009
cannabis_sativa.jpgÉ cada vez mais difícil defender o proibicionismo e as instituições internacionais (Comissão Latino Americana sobre Drogas e Democracia, Comissão Europeia e ONU), responsáveis por resolver o problema da droga e da toxicodependência, começam a perceber que a proibição não é eficaz.
Contribuição de Alex Gomes, Ana Carmo, Daniel Freixa e Pedro Pombeiro
 
Bloco debateu políticas culturais em directo criar PDF versão para impressão
31-Mar-2009
Em breve o Esquerda.net disponibilizará os vídeos do debateO segundo debate em directo - desta vez sobre políticas culturais - promovido pelo Bloco de Esquerda para ajudar a construir o seu programa eleitoral, suscitou uma discussão viva, gerada em torno das perguntas que chegaram via e-mail . João Teixeira Lopes, Diana Andringa, Bruno Cabral e Catarina Martins responderam às questões e aprofundaram o tema, num debate moderado por José Soeiro.
Ler Mais
 
<<  <  | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 |  >  >>

Resultados 43 - 48 de 90
© 2017 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.