Paraísos fiscais no mundo criar PDF versão para impressão
20-Fev-2009

Mapa mundial dos paraísos fiscais, extraído de Tax Justice Network Existem diferentes listagens dos chamados paraísos fiscais no mundo. Optámos por apresentar esta listagem, mais ampla, elaborada para a Rede para a Justiça Fiscal (Tax Justice Network), com base nos dados da OCDE, pelos académicos britânicos John Christensen e Mark Hampton.

De salientar que nos últimos 25 anos quase duplicou o número de paraísos fiscais, existentes no mundo.


Américas e Caraíbas - 22

Paraísos fiscais nas Américas e Caraíbas, extraído de Tax Justice Network

Anguilla

Antigua e Barbuda *

Antilhas Holandesas

Aruba *

Bahamas

Barbados

Belize

Bermudas

Costa Rica

Dominica *

Granada

Ilhas Caimão

Ilhas Turcas e Caicos

Ilhas Virgens Americanas *

Ilhas Virgens Britânicas

Montserrat *

Nova Iorque

Panamá

Santa Lúcia *

São Cristóvão e Névis *

São Vicente e Granadinas *

Uruguai *

 

 

África - 7

África do Sul *

Libéria

Maurícia

Melilla *

São Tomé e Príncipe *

Seicheles *

Somália *

 

 

Europa - 25

Paraísos fiscais na Europa, extraído de Tax Justice Network

Alderney *

Andorra

Bélgica *

Campione d'Italia *

Chipre

Frankfurt

Gibraltar

Guernsey

Holanda

Hungria *

Islândia *

Irlanda (Dublin) *

Ingushétia *

Ilha de Man

Jersey

Liechtenstein

Londres

Luxemburgo

Madeira *

Malta *

Mónaco

República Turca do Norte de Chipre *

Sark

Suíça

Trieste *

 

 

Médio Oriente e Ásia - 9

Bahrein

Dubai *

Hong Kong

Labuan

Líbano

Macau *

Singapura

Taipei *

Tel Aviv *

Oceanos Índico e Pacífico - 9

Maldivas *

Marianas

Ilhas Cook

Ilhas Marshall

Nauru *

Niue *

Samoa *

Tonga *

Vanuatu

Fonte: Unidade de Inteligência Económica (Economist Intelligence Unit), OCDE, John Christensen e Mark Hampton (académicos britânicos actuando na área).

Nota: Esta lista de 72 países e territórios exclui os territórios que possuem algumas características de paraísos fiscais, mas não são comummente utilizados como tal, a Nova Zelândia, por exemplo. Os 34 territórios marcados com um asterisco têm desenvolvido as suas actividades mais recentemente. Ou seja, de acordo com Christensen e Hampton, nos últimos 25 anos, o número de paraísos fiscais quase dobrou.

Quadro extraído da publicação Tribute-nos se for capaz - Setembro de 2005 da Rede para a Justiça Fiscal (Tax Justice Network) disponível em taxjustice.net

{easycomments}

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
tit_todosdosiers.png
© 2019 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.