NATO: 60 anos bastam! criar PDF versão para impressão
02-Abr-2009
NATO: acabou o jogo
A 3 e 4 de Abril de 2009, tem lugar em Baden-Baden (Alemanha) e Estrasburgo (França) a cimeira comemorativa dos 60 anos da NATO. Os chefes de estado e de governo dos 26 países membros vão discutir o alargamento da NATO a Leste e estratégias imponentes para fazer vingar o seu poderio militar. Os protestos começam dois dias antes e prometem juntar milhares de pessoas contra o militarismo e as guerras.

 

Em "NATO: 60 anos de quê?", Mário Tomé explica por que motivo a NATO devia sair da Cimeira de Estrasburgo com uma declaração de autodissolução por inutilidade óbvia. Neste artigo, o membro do Comité "Não à NATO" Andreas Speck, esclarece os principais pontos na agenda desta cimeira e apela à mobilização de todos para acções não violentas contra a NATO.  O jogo bélico da NATO e os verdadeiros objectivos desta cimeira são também desmontados neste artigo.

O correspondente na Alemanha do Esquerda.net descreve o ambiente que se vive com a chegada dos 26 governos dos países da NATO e divulga a posição do Die Linke, que, tal como o Bloco de Esquerda, defende a extinção desta organização. O contexto da adesão de Portugal à NATO é analisado neste artigo de Renato Soeiro.

Publicamos também vários artigos relacionados com os protestos que envolvem esta cimeira: o programa do Congresso Internacional "Não à NATO, Não à Guerra. 60 anos bastam!"; o apelo subscrito por organizações de todo o mundo para o protesto em Estrasburgo e Baden Baden; o apelo da Iniciativa Feminista Europeia por Outra Europa. Finalmente, os cartazes e os vídeos anti-NATO.

{easycomments}

 
< Artigo anterior
tit_todosdosiers.png
© 2019 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.