O patrono do G8 criar PDF versão para impressão

PUTIN DEFENDE DIÁLOGO
putinO Presidente Russo Vladimir Putin defendeu a necessidade de negociações com o Irão e o Iraque, numa
entrevista concedida online à BBC e os site russo Yandex, dada na quinta feira, nas vésperas da cimeira do G8. Em relação à situação criada pelo lançamento de mísseis Norte Coreanos, Putin relembrou que a Rússia está muito mais perto da Coreia do que os Estados Unidos e alertou que “não devem ser tomadas medias que ponham em risco um entendimento comum”, e acrescentou, “devemos criar um compromisso que seja mutuamente aceitável”. O Presidente Russo disse não acreditar que a Coreia do Norte tenha capacidade tecnológica para desenvolver mísseis de longo alcance.

Sobre a questão nuclear iraniana, o líder Russo garantiu que “não pode esperar eternamente para que esse pais cumpra os pedidos da comunidade internacional”, mas alertou que é preciso não levar a questão até um “impasse que não saberíamos como sair”, e defendeu a necessidade de que o processo seja conduzido pela Agencia Internacional de Energia Atómica.

Sobre um dos temas da cimeira, a segurança energética, Vladimir Putin negou as acusações de usar o gás para chantagear a vizinha Ucrânia: a Rússia gastou milhares de milhões de dólares nos últimos 15 anos para subsidiar o fornecimento de gás aos seus vizinhos, garantiu o dignatário russo. Para Putin, foram certos sectores ocidentais que criaram uma “histeria”, para pressionar que a Rússia vendesse os seus recursos naturais ao desbarato.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
tit_todosdosiers.png
© 2019 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.