Manif em Roma junta 200 mil contra o racismo criar PDF versão para impressão
19-Out-2009
Os manifestantes denunciaram as leis racistas de BerlusconiDuzentas mil pessoas participaram na manifestação contra o racismo neste sábado no centro histórico de Roma, denunciando a lei racista do governo de Silvio Berlusconi que criminaliza os imigrantes. "Estamos todos no mesmo barco", podia ler-se em cartazes, em referência aos imigrantes clandestinos que chegam ao litoral sul da Itália vindos da África em barcos.

Os manifestantes exibiam bandeiras com as inscrições "Não ao racismo e ao crime de imigração clandestina", "Não ao retorno de imigrantes e aos acordos que o prevêem", "Proíba Berlusconi", "Estamos todos no mesmo barco", referindo-se aos imigrantes clandestinos que chegam ao litoral sul da Itália vindos da África em barcos.

A manifestação foi iniciada com música e danças na Praça da República, próximo à estação central Termini, e vai na direção ao Foro romano.

O protesto foi organizado para celebrar o 20 aniversário da primeira grande manifestação contra o racismo, realizada em 7 de outubro de 1989, quando centenas de milhares de pessoas saíram às ruas de Roma depois de um refugiado sul-africano, Jerry Essan Masslo, ter morrido na província de Caserta (sul).

{easycomments}

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Participe
© 2019 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.