Silly Award criar PDF versão para impressão
21-Ago-2009

João Ricardo VasconcelosJá nos fomos habituando à insólita agenda que nos é fornecida anualmente em cada silly season. Mas até tínhamos razões para esperar que este ano seria diferente. A proximidade de dois actos eleitorais fazia crer que seria menos mau. Mas não. Em vez do debate político abafar a silly season, foi a silly season que contaminou o debate político. Brutal, não é? O presente pseudo-caso das escutas a Belém é uma verdadeira pérola neste domínio. Merece, sem dúvida, um silly award.

Começou com uma acusação socialista de que existiriam assessores do presidente a colaborar na elaboração do programa do PSD. Uma fonte anónima de Belém respondeu que se o PS sabia de tal informação é porque possivelmente o palácio de Belém estava sob escuta. Uma triste declaração que, dados os seus contornos, devia ter sido desde logo assumida como tal. Mas nem pensar. Foi levada a sério por muitos. O Público fez manchete com esta questão lançando a dúvida. Os outros órgãos de comunicação replicaram.

Na quarta-feira, a capa do i falava em "guerra total" entre Belém e São Bento. No seu interior, o novo diário dava-se até ao trabalho de elucidar os leitores com o tipo de gadgets ao estilo 007 que são usados para as escutas: desde um mini-GPS que pode ser colado num carro, a câmaras num relógio ou num botão de punho, até uma cadeira que escuta e onde as pilhas são colocadas num dos pés (reparem bem no grau de pormenor). Lindo!

Como é evidente, é lamentável que a comunicação social tenha levado a sério esta situação sem ter colocado, desde o primeiro minuto, a hipótese de se tratar de algo perfeitamente ridículo. Mas é ainda mais lamentável que uma fonte anónima de Belém tenha dado origem a esta histórica trapalhada e o Presidente da República, à hora a que escrevo este texto, ainda não tenha vindo a público esclarecer a questão. Pelo segundo ano consecutivo, Cavaco consegue um "invejável" protagonismo no silly Agosto. Uma salva de palmas, sff!

João Ricardo Vasconcelos, autor do blogue Activismo de Sofá

{easycomments}

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
© 2021 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.