Diga lá Excelência... criar PDF versão para impressão
19-Out-2009

Mariana AivecaO caderno de encargos dos patrões está apresentado. O porta-voz Francisco Van Zeller não faz por menos: O salário mínimo não deve ser aumentado, é preciso mudar o código do trabalho para facilitar novas contratações, os baixos salários são necessários para 25% das nossas exportações, a estabilidade politica também é importante para os negócios e por isso defende que a solução ideal seria um" bloco central " ou um acordo parlamentar entre os dois maiores partidos.

De modo escorreito e claro e, antes mesmo da apresentação do programa do governo deixou clara a sua intenção de que, se assim não for, e cito "nós, se calhar, vamos mesmo ter de entrar agora numa posição de maior conflito".

O que Van Zeller quer dizer é que, apesar de ter suspirado de alívio na noite eleitoral, agora quer impor as suas regras onde a exploração máxima é regra de ouro e, condição fundamental à continuidade da protecção dos interesses económicos.

O patrão dos patrões vem, sem qualquer necessidade de vestir a pele de cordeiro, deitar as garras de fora para rapar tudo o que restam dos direitos instituídos pelo estado social como é o caso do salário mínimo nacional.

Vem impor que existam ministros "Manuel Pinho" que tão bem souberam defender cá dentro, e lá fora, salários baixos.

Vem dizer que quer mais do que lhe deu Vieira da Silva, e, deixa claro que o capital exerce sempre chantagem sobre quem lhe presta um bom serviço.

O governo de José Sócrates tem agora um jogo para jogar, uma oportunidade para demonstrar de que lado do campo quer estar.

Com Van Zeller e, entrará na caverna de Ali Babá, ou respondendo ás aspirações dos que nele votaram acreditando na promessas de " mais políticas sociais".

Diga lá excelência.......

Mariana Aiveca

{easycomments}

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
© 2019 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.