Novo governo: mais continuidade do que mudança criar PDF versão para impressão
22-Out-2009
José Sócrates optou por mudar pouco nos lugares centrais do seu governo (foto AP)O novo governo que tomará posse no dia 26 de Outubro mantém o seu núcleo central e alguns dos protagonistas que no anterior governo mais penalizaram os trabalhadores e foram incapazes de responder à crise. José Manuel Pureza, líder parlamentar do Bloco, disse tratar-se de "um sinal preocupante de que há forte continuidade" com o governo anterior. Pureza criticou também os "zigue-zagues" do novo elenco governativo.

O líder parlamentar do Bloco de Esquerda, José Manuel Pureza, disse que "este governo indica continuidade a mais paa um país que precisa de mudar". Pureza disse que um governo de escolhas claras não se faz com "zigue-zagues", referindo-se às piscadelas de olho à direita e à esquerda que parecem ter orientado as escolhas deste Governo minoritário.

Mantêm-se os Ministros das Finanças, dos Negócios Estrangeiros, o ministro da Presidência, da Administração Interna, da Saúde e do Ensino Superior. Transitam para outras pastas Santos Silva (para a Defesa) e Vieira da Silva (do Trabalho para a Economia).

O governo tem mais mulheres (5) e mantém o seu núcleo central nas áreas essenciais.

Lista dos ministros do XVIII governo constitucional:

Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros: Luís Filipe Marques Amado

Ministro de Estado e das Finanças: Fernando Teixeira dos Santos

Ministro da Presidência: Manuel Pedro Cunha da Silva Pereira

Ministro da Defesa Nacional: Augusto Santos Silva

Ministro da Administração Interna: Rui Carlos Pereira

Ministro da Justiça: Alberto de Sousa Martins

Ministro da Economia, da Inovação e do Desenvolvimento: José António Fonseca Vieira da Silva

Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas: António Manuel Soares Serrano

Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações: António Augusto da Ascenção Mendonça

Ministra do Ambiente e do Ordenamento do Território: Dulce dos Prazeres Fidalgo Álvaro Pássaro

Ministra do Trabalho e da Solidariedade Social: Maria Helena dos Santos André

Ministra da Saúde: Ana Maria Teodoro Jorge

Ministra da Educação: Isabel Alçada (Maria Isabel Girão de Melo Veiga Vilar)

Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior: José Mariano Rebelo Pires Gago

Ministra da Cultura: Maria Gabriela da Silveira Ferreira Canavilhas

Ministro dos Assuntos Parlamentares: Jorge Lacão Costa

Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros: João Tiago Valente Almeida da Silveira

{easycomments}

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Participe
© 2020 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.