Israel nega o acesso a água potável aos Palestinianos criar PDF versão para impressão
27-Out-2009

Israel nega o acesso a água potável aos Palestinianos Foto de Denys P. Almeida / FlickrA Amnistia Internacional acusou Israel de estar a negar aos Palestinianos o acesso a água potável. O relatório afirma que a restrição de água nos territórios palestinianos ocupados é pouco razoável e impede que os Palestinianos desenvolvam infra-estruturas hídricas.

Segundo o relatório, Israel usa mais de 80% da água que tem origem na Montanha Aquifer, a principal fonte subterrânea de água em Israel e nos Territórios Palestinianos Ocupados, enquanto os palestinianos estão condicionados a apenas 20%. Enquanto o consumo de água por parte dos palestinianos quase não chega aos 70 litros diários por pessoa, um israelita consome por dia mais de 300 litros.

A Amnistia Internacional afirma ainda que as severas restrições impostas nos últimos anos por parte de Israel à entrada de material e equipamento necessário para o desenvolvimento e reparação de infra-estruturas em Gaza, causaram deterioração do saneamento e da água, tornando a situação crítica.

O relatório pode ser consultado em: http://www.amnistia-internacional.pt/dmdocuments/DD_OPT_Access_to_water.pdf

{easycomments}

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Participe
© 2019 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.