Islandeses contra o pagamento de dívida criar PDF versão para impressão
04-Jan-2010
Táxi londrino com publicidade do Icesave - Foto de Shiny Things / FlickrVinte e três por cento dos Islandeses, cerca de 1/4 da população, assinaram um abaixo-assinado contra o projecto do Governo para a restituição de dívidas com estrangeiros.

Os Islandeses querem travar os planos do Governo para pagar as dívidas oriundas do colapso do Banco online Icesave, que afectou principalmente investidores holandeses e ingleses. A medida, aprovada em Dezembro, custaria cerca de 3,8 mil milhões de euros, cerca de 12 mil euros por cada cidadão islandês.

As sondagens indicam que 70% da população islandesa é contra esta devolução, alegando que não devem pagar pelos erros de um banco falido. Segundo Magnus Skulason, um dos organizadores do movimento contra a medida do governo, só os juros deste acordo seriam suficientes para gerir o serviço de saúde do país durante seis meses.

O Governo islandês ameaça demitir-se caso a lei não passe temendo o bloqueio por parte da Holanda e do Reino Unido ao plano de ajuda do Fundo Monetário Internacional (FMI). O Icesave, vinculado ao banco Landsbanki, faliu em Outubro de 2008, afectando mais de 400 mil Holandeses e britânicos, visto que os depósitos dos islandeses foram garantidos pelo Governo.

{easycomments}

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
© 2019 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.