Protesto contra a participação de Portugal na guerra do Afeganistão criar PDF versão para impressão
28-Jan-2010
Não à guerra. Anti-NatoConcentração esta quinta-feira no Arco da Rua Augusta, em Lisboa, às 18h. Abaixo-assinado "Pela saída imediata das tropas portuguesas do Afeganistão" está online.

 

A Plataforma Anti-Guerra Anti-Nato (PAGAN), ramo português da Campanha Internacional "No To War, No to NATO", realiza esta quinta-feira uma concentração de protesto contra a participação de Portugal na guerra do Afeganistão pelas 18h no Arco da Rua Augusta, em Lisboa, e apela a todas as pessoas e organizações defensoras da paz a unirem esforços nesta campanha.

Neste acto público proceder-se-á à recolha de assinaturas para subscrição de um abaixo-assinado "Pela saída imediata das tropas portuguesas do Afeganistão". O abaixo-assinado pode também ser subscrito online aqui.

Os subscritores argumentam que a guerra e a ocupação do Afeganistão apenas tem acentuado a deterioração da segurança dos povos e da estabilidade na região, onde a situação humanitária é catastrófica e vem alastrando, com a desestabilização no Paquistão. A resolução dos problemas do Afeganistão, argumentam, depende essencialmente do seu próprio povo e das soluções de regime que este escolher. Os protestos, por outro lado, crescem de forma notória nos EUA e em vários países europeus, falando-se mesmo, ao mais alto nível, dum novo Vietname.

Alertam, por outro lado, que Portugal e seus cidadãos, pela sua participação militar na campanha da NATO neste país, são considerados inimigos pelos combatentes afegãos, pelo que não é sustentável argumentar-se com a defesa de Portugal, dos interesses portugueses ou de seus cidadãos e muito menos de segurança interna, para manter forças no Afeganistão.

Exigem, assim, a retirada imediata das forças armadas portuguesas do Afeganistão, "dado o carácter ilegal dessa intervenção à luz do Direito internacional e interno."

{easycomments}

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
© 2017 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.