Apoio ao Papa recrutado por ETT criar PDF versão para impressão
06-Mai-2010
A Empresa de Trabalho Temporário Adecco colocou na Internet vários anúncios para recrutar “apoiantes” do papa para Lisboa e Porto pagos a 3,5€ à hora. Foto Eürodäna/ Flickr.A Empresa de Trabalho Temporário Adecco colocou na Internet vários anúncios para recrutar “apoiantes” do papa para Lisboa e Porto pagos a 3,5€ à hora.

Em vários sites de procura/oferta de emprego na Internet, a empresa Adecco, que se apresenta como “líder mundial de recursos humanos”, refere que “pretende recrutar apoiantes (M/F) ao Papa XVI”.

O recrutamento para Lisboa diz respeito ao dia 11 de Maio para a Praça do Comércio, onde o papa celebrará uma missa, sendo o “horário de trabalho: manhã e/ou tarde”. Para o Porto, a empresa está a recrutar pessoas para o dia 14 de Maio, dia em que Bento XVI estará na cidade, e pede como “requisitos: idade compreendida entre os 18 e os 50 anos” e “disponibilidade das 08:00 às 13:00”, como se pode ler neste anúncio.

Os requisitos são “muito boa apresentação; gosto contacto com o público; dinamismo e responsabilidade e resistência física”. Na proposta de "trabalho", promete-se a entrega de uma t-shirt alusiva ao evento (ficará de recordação para os participantes) e uma bandeira alusiva ao evento, que deverá ser devolvida à agência no final.As respostas ao anúncio, se reunidos os “requisitos”, devem incluir o curriculum vitae.

O Sapo Notícias falou com uma pessoa do Porto que respondeu ao anúncio a quem explicaram que o trabalho poderia incluir ainda um pagamento de € 3,5 à hora. No total, o apoio ao Papa pode render €17,5.

Numa nota enviada à Lusa, a comissão organizadora da visita de Bento XVI a Portugal informa que “não recorreu a qualquer serviço de recrutamento para trabalho temporário relacionado com as cerimónias que vão ter lugar em Lisboa, Fátima e Porto”.

“Milhares de voluntários associaram-se a este momento sem receberem nada em troca. É esse o espírito que torna esta viagem um momento de alegria para muitos portugueses”, lê-se ainda no comunicado.

Na sequência da polémica e da demarcação dos organizadores da visita do Papa, a empresa Addecco veio justificar-se, dizendo em comunicado que “por lapso, e em consequência da urgência da contratação, o título do anúncio colocado referia, erradamente, que se tratava da contratação de apoiantes ao Papa Bento XVI, em vez de apoiantes a uma acção a decorrer durante a visita de Sua Santidade”, que diz ser da responsabilidade duma “empresa de organização de eventos”.

{easycomments}

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Blogosfera
Querido Hipermercado
(...) hoje fui visitar-te e aconteceu-me uma coisa que agora me faz escrever-te um postalinho. Já à saída, quando ia a pagar na caixa, perguntaram-me se não queria arredondar as contas para cima. Onde estavam X € e 73 cêntimos ficavam X+1 €. Estão perceber, não estão? "Porquê?" - perguntei eu. "Para ajudar a Madeira". (...)
Faz-nos um favor, acaba com isto, já te topámos, vai ser socialmente responsável à tua custa. Uns milhões a menos para ti é um quase nada para cada accionista e ainda tens uns descontos nos impostos.
Publicada por José M. Castro Caldas em Ladrões de bicicletas
Ver mais Blogosfera
Últimas Internacional
Últimas Política
tit_esquerda.png
Esquerda 40: Não tem que ser assim
Leia aqui o jornal "Esquerda"
Clique na imagem para aceder ao Esquerda 40 em pdf
Outros números do jornal Esquerda
Assinatura do Jornal Esquerda
Boletim Económico
Participe
Dois anos de Esquerda.Net
Deveria haver um bom motor de busca
[Continuamos a publicar os depoimentos dos leitores]
Visito o Esquerda.net 1 a 2 vezes por semana. Leio sobretudo notícias pouco ou nada cobertas pela imprensa corrente, artigos de opinião de alguns nomes que me interessam mais, às vezes os Sons da terra e podcasts sobre eventos do BE ou entrevistas, dependendo do tema.
A minha proposta é para todos os sites do BE: deveria haver um bom motor de busca (o do próprio software é muito débil e induz em erro) que permita pesquisas simples ou mais avançadas (booleanas, palavras adjacentes, por exemplo). O Copernic é um bom motor, freeware e creio que poderá ser usado como add-on neste software. É preciso testar e ver o resultado. À medida que crescer o fundo de notícias, precisamos cada vez mais de explorar a totalidade, retrospectivamente e, idealmente, independentemente do tipo de ficheiro que as suporte (texto, imagem, som). Seria um bom recurso de formação e difusão.

Paula Sequeiros, BE Porto



Educação em Debate
© 2021 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.