Desemprego atinge novo máximo histórico criar PDF versão para impressão
18-Mai-2010
Desemprego não pára de aumentar em Portugal. Foto Paulete MatosCom a subida para 10,6%, a taxa de desemprego atingiu o nível máximo desde que é medida em Portugal. Contabilizados apenas os jovens, a taxa já vai nos 22,7%.

 

Segundo o Instituto Nacional de Estatística, entre Janeiro e Março, o número de desempregados aumentou para 592,2 mil indivíduos, uma subida de 19,4% face a igual período do ano passado e de 5,1% se comparada com o trimestre anterior. As taxas de desemprego mais elevadas registaram-se no Algarve, Norte, Alentejo e Lisboa.


O aumento do desemprego no último ano atingiu mais as mulheres, com uma subida da taxa de 9,7% para 11,4%, enquanto nos homens subiu de 8,1% para 9,8%, quando comparado o primeiro trimestre do ano com o do ano passado. A população entre os 25 e os 45 anos e os que têm escolaridade até ao terceiro ciclo do ensino básico foram particularmente afectados pelo aumento do desemprego.

Os números do INE mostram que a população empregada caiu 1,8% no primeiro trimestre de 2010 em comparação com igual período de 2009, o que representa menos 90 mil pessoas a trabalhar, sobretudo no sector da indústria, construção, energia e água. A população jovem é a mais afectada pelo aumento do desemprego, com a taxa a subir 2,6% num ano para os actuais 22,7% de jovens desempregados.

No mesmo dia em que foram divulgadas estas estatísticas, o Instituto do Emprego e Formação Profissional veio anunciar que o número de inscritos nos centros de emprego em Abril aumentou 16,1% em relação ao ano passado. Quando comparado com o mês anterior, regista-se uma ligeira quebra de 0,2%.

{easycomments}

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Blogosfera
Querido Hipermercado
(...) hoje fui visitar-te e aconteceu-me uma coisa que agora me faz escrever-te um postalinho. Já à saída, quando ia a pagar na caixa, perguntaram-me se não queria arredondar as contas para cima. Onde estavam X € e 73 cêntimos ficavam X+1 €. Estão perceber, não estão? "Porquê?" - perguntei eu. "Para ajudar a Madeira". (...)
Faz-nos um favor, acaba com isto, já te topámos, vai ser socialmente responsável à tua custa. Uns milhões a menos para ti é um quase nada para cada accionista e ainda tens uns descontos nos impostos.
Publicada por José M. Castro Caldas em Ladrões de bicicletas
Ver mais Blogosfera
Últimas Internacional
Últimas Política
tit_esquerda.png
Esquerda 40: Não tem que ser assim
Leia aqui o jornal "Esquerda"
Clique na imagem para aceder ao Esquerda 40 em pdf
Outros números do jornal Esquerda
Assinatura do Jornal Esquerda
Boletim Económico
Participe
Dois anos de Esquerda.Net
Deveria haver um bom motor de busca
[Continuamos a publicar os depoimentos dos leitores]
Visito o Esquerda.net 1 a 2 vezes por semana. Leio sobretudo notícias pouco ou nada cobertas pela imprensa corrente, artigos de opinião de alguns nomes que me interessam mais, às vezes os Sons da terra e podcasts sobre eventos do BE ou entrevistas, dependendo do tema.
A minha proposta é para todos os sites do BE: deveria haver um bom motor de busca (o do próprio software é muito débil e induz em erro) que permita pesquisas simples ou mais avançadas (booleanas, palavras adjacentes, por exemplo). O Copernic é um bom motor, freeware e creio que poderá ser usado como add-on neste software. É preciso testar e ver o resultado. À medida que crescer o fundo de notícias, precisamos cada vez mais de explorar a totalidade, retrospectivamente e, idealmente, independentemente do tipo de ficheiro que as suporte (texto, imagem, som). Seria um bom recurso de formação e difusão.

Paula Sequeiros, BE Porto



Educação em Debate
© 2017 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.