Cartaxo: PJ faz buscas na Câmara criar PDF versão para impressão
19-Mai-2010
Paulo Caldas é suspeito de corrupçãoAs buscas na residência e gabinete do presidente da Câmara do Cartaxo, Paulo Caldas do PS, devem-se a investigação num processo de suspeita de corrupção e envolvem também três ex-vereadores.

A Polícia Judiciária (PJ) fez buscas nesta Terça feira ao gabinete do presidente da Câmara do Cartaxo, à sua casa e também aos gabinetes e às casas dos ex-vereadores do PS Francisco Casimiro, Rute Ouro e Pedro Ribeiro.

Na busca à casa de Paulo Caldas a PJ encontrou uma arma em situação ilegal, pelo que prendeu o autarca. Paulo Caldas justificou a posse da arma, dizendo que era uma relíquia de família.

Segundo o jornal "Correio da Manhã" que cita os mandatos de captura, a PJ procura provas da prática dos crimes de "prevaricação, violação de normas de execução orçamental, corrupção passiva, abuso de poder, branqueamento de capitais e eventuais contas bancárias sediadas no estrangeiro ou em sociedades off-shore".

A suspeita é de que algumas empreitadas da Câmara, realizadas entre 2004 e 2006, tenham sido orçamentadas nos anos seguintes, de acordo com um esquema previamente montado entre presidente e outros vereadores do executivo municipal com empresas da construção civil. Por este esquema, os orçamentos apresentados pelas empresas eram previamente combinados, uma apresentava um orçamento menor que as outras, esquema que ia rodando entre as diferentes empresas de forma que todas ganhavam.

A PJ investiga também se este esquema se destinava a dotar o PS local com estes financiamentos ilícitos.

Paulo Caldas já tinha sido constituído arguido em Fevereiro de 2009. Em Janeiro de 2009, o Bloco de Esquerda local tinha denunciado irregularidades no concurso para 14 chefias na Câmara Municipal do Cartaxo (ver notícia em bloco.org)

{easycomments}

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Blogosfera
Querido Hipermercado
(...) hoje fui visitar-te e aconteceu-me uma coisa que agora me faz escrever-te um postalinho. Já à saída, quando ia a pagar na caixa, perguntaram-me se não queria arredondar as contas para cima. Onde estavam X € e 73 cêntimos ficavam X+1 €. Estão perceber, não estão? "Porquê?" - perguntei eu. "Para ajudar a Madeira". (...)
Faz-nos um favor, acaba com isto, já te topámos, vai ser socialmente responsável à tua custa. Uns milhões a menos para ti é um quase nada para cada accionista e ainda tens uns descontos nos impostos.
Publicada por José M. Castro Caldas em Ladrões de bicicletas
Ver mais Blogosfera
Últimas Internacional
Últimas Política
tit_esquerda.png
Esquerda 40: Não tem que ser assim
Leia aqui o jornal "Esquerda"
Clique na imagem para aceder ao Esquerda 40 em pdf
Outros números do jornal Esquerda
Assinatura do Jornal Esquerda
Boletim Económico
Participe
Dois anos de Esquerda.Net
Deveria haver um bom motor de busca
[Continuamos a publicar os depoimentos dos leitores]
Visito o Esquerda.net 1 a 2 vezes por semana. Leio sobretudo notícias pouco ou nada cobertas pela imprensa corrente, artigos de opinião de alguns nomes que me interessam mais, às vezes os Sons da terra e podcasts sobre eventos do BE ou entrevistas, dependendo do tema.
A minha proposta é para todos os sites do BE: deveria haver um bom motor de busca (o do próprio software é muito débil e induz em erro) que permita pesquisas simples ou mais avançadas (booleanas, palavras adjacentes, por exemplo). O Copernic é um bom motor, freeware e creio que poderá ser usado como add-on neste software. É preciso testar e ver o resultado. À medida que crescer o fundo de notícias, precisamos cada vez mais de explorar a totalidade, retrospectivamente e, idealmente, independentemente do tipo de ficheiro que as suporte (texto, imagem, som). Seria um bom recurso de formação e difusão.

Paula Sequeiros, BE Porto



Educação em Debate
© 2017 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.