Grécia: "Ladrões! Ladrões!" criar PDF versão para impressão
20-Mai-2010
Manifestantes gregos. Foto de tom.tziros, FlickRQuinta greve geral realizada este ano paralisa o país. Mais de 20 mil manifestam-se em Atenas e denunciam que o plano de austeridade vai agravar o desemprego, que já está em 12%.

Mais de 20 mil pessoas manifestaram-se esta quinta-feira diante do Parlamento grego em Atenas para protestar contra o plano de austeridade do governo, durante a quinta greve geral realizada este ano no país.

"Ladrões! Ladrões!", gritavam os manifestantes, segundo a agência de notícias AP. Os transportes públicos, paralisados pela greve, funcionaram para levar os manifestantes ao centro da cidade. A polícia prendeu 36 pessoas.

A greve fechou escolas, paralisou os transportes públicos e os ferries que fazem os trajectos inter-ilhas, e deixou os hospitais apenas com os serviços de urgência. A Acrópole e outros monumentos turísticos também fecharam.

Spyros Papaspyros, líder do sindicato dos funcionários públicos Adedi, disse que os trabalhadores de mais baixos rendimentos são os mais prejudicados pelas medidas do governo.

O governo do Partido Socialista (Pasok) pretende poupar 30 mil milhões de euros em três anos, como contrapartida do empréstimo que recebeu da UE e do FMI. Os sindicatos rejeitam as medidas "extremas que afectam os trabalhadores, os reformados e em especial a nova geração" e denunciam que o plano de austeridade vai agravar o desemprego, que já está em 12%.

Leia também no Esquerda.net:

"O povo grego está a lutar por toda a Europa.” 

Crime organizado contra a Grécia 

Vimo-nos gregos para aqui chegar 

{easycomments"

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Últimas Política
Últimas Sociedade
© 2017 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.