Feliz Natal, senhor dos Santos criar PDF versão para impressão
25-Dez-2009
João Delgado

Em período pré-festas chegou-nos mais uma dessas notícias que puxam a lágrima aos mais sensíveis, desta vez vinda de Angola e aterrando aqui no rectângulo, mais precisamente na Zon / TVCabo, empresa da qual Isabel dos Santos passará a deter 10% do capital, negócio que rondará os 164 milhões de euros. A jovem empresária junta assim a Zon ao BPI e à Galp, e é ainda parceira da PT em Angola, na Unitel.

Os jornais económicos nacionais e a generalidade da imprensa de referência têm referido estes sucessos da herdeira do presidente de Angola sem grande adjectivação, sendo que, quando o fazem, é para sublinhar a sobriedade e audácia da dos Santos. Já se sabe que o grande capital não costuma cheirar o dinheiro, daí que não pareça existir algo de estranho na meteórica ascensão desta empresária, que não tem certamente culpa de ter sido educada de modo exemplar para a vida dos negócios. É de acreditar que nos seus tenros anos a Isabelita rapidamente trocou as Barbies pelo Monopólio, e por aí ficou até hoje. Passe a publicidade e o sexismo.

Espera-se então que, um dia no futuro, quando o venerando presidente de Angola tiver de abandonar o cargo por alguma razão biológica (por ordem democrática dificilmente sairá), é de esperar, dizia, que a sua primogénita retribua a esmerada educação e lhe ampare a velhice com alguns trocos que tenham sobrado das suas pujantes investidas no mundo empresarial. José Eduardo dos Santos merecerá, depois de mais de três décadas dedicadas à exploração do povo angolano, uns últimos dias de comodidade num qualquer retiro para plutocratas.

Feliz natal senhor dos Santos e família, sentidos pêsames aos meus conterrâneos, particularmente àqueles que no MPLA lutaram pela independência e progresso de Angola.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
© 2019 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.