O descalabro da Ota criar PDF versão para impressão
17-Abr-2007

OtaÉ preciso ter lata ou ser totalmente ignorante.

O ministro pensa que o povinho é tolo.

Opinião de Luís Rilhó.

Escolher uma zona montanhosa, que fica sobre os corredores secundários de aves migratórias, em zona de aluvião com terrenos pantanosos, com condições climatéricas instáveis, onde é preciso terraplanar 50 milhões de metros cúbicos de terras; arrasar o monte Mamelão de 300 metros de altura, drenar e desviar cursos de águas, criando pequenas barragens a montante; destruir floresta consolidada e terrenos agrícolas, e entre uma planície: o Sr. Ministro deve estar a gozar.

Fala-se em proteger o aquífero a sul, onde estão localizadas as reservas de água potável da grande bacia do Tejo. Exactamente onde se faz a criação suína de forma intensiva, em pocilgas que lançam os seus dejectos para os terrenos envolventes, sem qualquer tratamento, poluindo tudo à sua volta. Fazendo contas simples, são lançados anualmente cerca de dois milhões e seiscentos mil litros de matéria fecal neste local. A Sr.ª presidente da Câmara do Montijo sabe estas coisas, mas curiosamente os seus serviços de fiscalização nunca actuaram no sentido de proteger aquilo que agora diz defender...

A sul, na zona das Faias / Poceirão, onde o abate de árvores é inexistente, onde os terrenos que estão consolidados, não necessitando de grandes movimentos de terras, fora dos corredores migratórios das aves, na grande planície com condições meteorológicas estáveis, os custos desta grande obra poderão representar metade do valor da Ota.

Nada disto é relevante para o Ministro, coisa sem importância, pois não sai do seu bolso.

O novo aeroporto de Atenas, construído em terrenos consolidados, estimou-se inicialmente para os 3.5 mil milhões de Euros. Ficou-se pelos 5.1 mil milhões.

O novo aeroporto de Bankok, na Tailândia, construído em terrenos de aluvião, mas considerados mais estáveis em comparação com a Ota, está actualmente fechado devido aos trabalhos de reparação das pistas, onde se verificaram assentamentos das placas.

Dizer que a Ota vai custar 3.2 mil milhões deve ser por brincadeira. Está seguramente a gozar.

Se o Sr. Ministro tivesse que pagar do seu bolso a construção do novo aeroporto, estou certo que o iria construir a sul.

Ou se calhar ... pirava-se com o dinheiro.

Que rica gente que nos desgoverna.

Luís Rilhó

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
tit_otaemdebate.png
tit_esquerda.png
Esquerda 40: Não tem que ser assim
Leia aqui o jornal "Esquerda"
Clique na imagem para aceder ao Esquerda 40 em pdf
Outros números do jornal Esquerda
Assinatura do Jornal Esquerda
Participe
Dois anos de Esquerda.Net
Deveria haver um bom motor de busca
[Continuamos a publicar os depoimentos dos leitores]
Visito o Esquerda.net 1 a 2 vezes por semana. Leio sobretudo notícias pouco ou nada cobertas pela imprensa corrente, artigos de opinião de alguns nomes que me interessam mais, às vezes os Sons da terra e podcasts sobre eventos do BE ou entrevistas, dependendo do tema.
A minha proposta é para todos os sites do BE: deveria haver um bom motor de busca (o do próprio software é muito débil e induz em erro) que permita pesquisas simples ou mais avançadas (booleanas, palavras adjacentes, por exemplo). O Copernic é um bom motor, freeware e creio que poderá ser usado como add-on neste software. É preciso testar e ver o resultado. À medida que crescer o fundo de notícias, precisamos cada vez mais de explorar a totalidade, retrospectivamente e, idealmente, independentemente do tipo de ficheiro que as suporte (texto, imagem, som). Seria um bom recurso de formação e difusão.

Paula Sequeiros, BE Porto



Educação em Debate
© 2017 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.