FERVE entrega petição contra falsos recibos verdes criar PDF versão para impressão
31-Jan-2008
FERVE junta mais de 5000 assinaturas para abrir debate sobre falsos recibos verdes na ARO movimento Fartos/as d'Estes Recibos Verdes entregou na Assembleia da República uma petição com cerca de 5000 assinaturas que visa acabar com o silêncio sobre a situação laboral de cerca de 900 mil trabalhadores que têm as obrigações mas não os direitos de quem trabalha com contrato. O Bloco de Esquerda requereu a presença do Presidente da Autoridade para as Condições de Trabalho para vir dar esclarecimentos sobre esta realidade escondida.

No encontro com Jaime Gama para fazer a entrega da petição, a delegação do movimento apontou os efeitos desta precariedade disfarçada nas estatísticas, já que ela “condiciona todas as decisões, mesmo a de ter filhos, porque apesar de ser concedida licença de maternidade, o despedimento é o mais provável”, afirmou a psicóloga Cristina Andrade. André Soares, outro dos membros do Ferve, diz que o objectivo desta acção é “que a AR legisle para acabar com ‘falsos recibos verdes’ e que a discussão seja aberta dentro dos diferentes grupos parlamentares, para que envolva os cidadãos”.

Os organizadores depararam-se com o receio dos cidadãos a quem abordavam na rua para apoiar esta causa: Cristina Andrade diz que “durante a recolha de assinaturas para a petição houve quem não quisesse assinar porque como estava ‘a recibos verdes’ tinha medo de ser despedido”.

Esta situação também preocupa outro dos participantes nesta entrega das assinaturas foi o escritor José Luís Peixoto, que defendeu que “todas as pessoas devem falar sobre o problema dos recibos verdes”, estando ou não nessa situação: “é algo que toca a toda a sociedade e não sabemos que consequências terá no futuro”.

André Soares considerou ainda que é preciso dar “visibilidade à questão, uma vez que há muita gente a pensar ‘mais vale ter um trabalho do que não ter nenhum’, abrindo a porta a uma nova escravidão”.

O deputado bloquista José Soeiro apresentou um requerimento pedindo a presença do Presidente da Autoridade para as Condições de Trabalho na Comissão parlamentar do Trabalho, para dar explicações ao país sobre a realidade dos falsos recibos verdes. Para o deputado, "os “falsos recibos verdes” são uma realidade tanto mais grave quando é a própria Administração Pública que vem recorrendo de forma crescente a esta figura, desrespeitando de forma gritante a lei e remetendo um número muito significativo de trabalhadores para situações de grande vulnerabilidade e precariedade".


 

 Veja aqui o video da RTP sobre a entrega da petição

 

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Blogosfera
Querido Hipermercado
(...) hoje fui visitar-te e aconteceu-me uma coisa que agora me faz escrever-te um postalinho. Já à saída, quando ia a pagar na caixa, perguntaram-me se não queria arredondar as contas para cima. Onde estavam X € e 73 cêntimos ficavam X+1 €. Estão perceber, não estão? "Porquê?" - perguntei eu. "Para ajudar a Madeira". (...)
Faz-nos um favor, acaba com isto, já te topámos, vai ser socialmente responsável à tua custa. Uns milhões a menos para ti é um quase nada para cada accionista e ainda tens uns descontos nos impostos.
Publicada por José M. Castro Caldas em Ladrões de bicicletas
Ver mais Blogosfera
Últimas Internacional
Últimas Política
tit_esquerda.png
Esquerda 40: Não tem que ser assim
Leia aqui o jornal "Esquerda"
Clique na imagem para aceder ao Esquerda 40 em pdf
Outros números do jornal Esquerda
Assinatura do Jornal Esquerda
Boletim Económico
Participe
Dois anos de Esquerda.Net
Deveria haver um bom motor de busca
[Continuamos a publicar os depoimentos dos leitores]
Visito o Esquerda.net 1 a 2 vezes por semana. Leio sobretudo notícias pouco ou nada cobertas pela imprensa corrente, artigos de opinião de alguns nomes que me interessam mais, às vezes os Sons da terra e podcasts sobre eventos do BE ou entrevistas, dependendo do tema.
A minha proposta é para todos os sites do BE: deveria haver um bom motor de busca (o do próprio software é muito débil e induz em erro) que permita pesquisas simples ou mais avançadas (booleanas, palavras adjacentes, por exemplo). O Copernic é um bom motor, freeware e creio que poderá ser usado como add-on neste software. É preciso testar e ver o resultado. À medida que crescer o fundo de notícias, precisamos cada vez mais de explorar a totalidade, retrospectivamente e, idealmente, independentemente do tipo de ficheiro que as suporte (texto, imagem, som). Seria um bom recurso de formação e difusão.

Paula Sequeiros, BE Porto



Educação em Debate
© 2020 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.