Metade dos professores tem mais de 100 alunos criar PDF versão para impressão
17-Out-2008
Há muitos professores que têm só num ano lectivo mais de 100 alunos e nalguns casos 200No passado dia 27 de Junho, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda promoveu uma Audição Pública sobre Políticas Educativas na Assembleia da República, na qual participaram várias dezenas de professores e cidadãos. Durante a sessão foram apresentados os principais resultados do inquérito realizado durante o mês de Maio a educadores e professores do ensino básico e secundário.  

As cerca de 3100 respostas recebidas permitiram fazer luz sobre as actuais condições de exercício da actividade docente. Foram igualmente apresentados e discutidos dois projectos de lei apresentados pelo BE. Um primeiro que estabelece princípios de igualdade e qualidade na organização da escola pública, estabelecendo patamares máximos de número de alunos por professor, redução do número máximo de alunos por turmas, e ainda métodos de constituição de turmas; e um outro projecto de lei que propõe a constituição de equipas multidisciplinares de prevenção e combate ao abandono e ao insucesso escolar, constituídos por iniciativa dos profissionais da escola pública.

O debate teve início com as intervenções de Ana Drago (deputada parlamentar do Bloco de Esquerda), Pedro Abrantes (investigador no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia, do ISCTE) e João Paulo Silva (professor e dirigente do Sindicato de Professores do Norte).

A necessidade de criar e aprofundar mecanismos efectivos de inclusão e promoção da igualdade de oportunidades na escola pública, bem como a adopção de estratégias preventivas do abandono e insucesso escolar foram duas das questões sublinhadas pelos oradores.

Servindo de enquadramento à discussão, os resultados do relatório preliminar do Inquérito a Educadores e Professores (disponível aqui), evidenciaram as dificuldades actuais no exercício da docência: 5 em cada 10 professores tem a seu cargo mais 100 alunos; cerca de um quarto dos que responderam ao inquérito lecciona a três ou mais anos de escolaridade. Por outro lado, os dados apurados indicam que os professores gastam em média 46 horas semanais na sua actividade profissional - muito mais, portanto, do que as 35 esperadas.

Vê aqui os resultados do inquérito

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
tit_todosdosiers.png
© 2020 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.