Professores em Luta (actualizado) criar PDF versão para impressão
21-Out-2008
Marcha da Indignação de 8 de Março
O actual modelo de avaliação de desempenho de docentes está a provocar o caos nas escolas, impedindo os professores de se concentrarem no mais importante: as aulas e os alunos. Antevê-se um mês de Novembro quente, com muitas escolas a tomarem posição pela suspensão da avaliação e com os professores a voltarem às ruas. Neste dossiê, o Esquerda.net seleciona alguns dos últimos posts mais pertinentes dos blogues de professores, e acrescenta alguns artigos, em permanente actualização.


[Esta introdução não tem os artigos que se foram acrescentando. Para consultá-los clique directamente aqui


Veja primeiro uma lista em actualização das escolas que estão a tomar posições pela suspensão da avaliação. Com duas manifestações marcadas com apenas uma semana de distância, a polémica instalou-se entre sindicatos e movimentos. Isso mesmo é também analisado por Miguel Pinto em "O problema dos professores é político". Em "Felizmente há blogs", Jaime Pinho apela à convergência e valoriza os novos actores que vieram dar mais energia aos professores.

O sistema de avaliação imposto pelo governo é de tal forma considerado injusto e impossível que um professor avaliador tomou a decisão corajosa de se demitir desse cargo. Em "O que faz correr a Ministra da Educação", Maria da Graça Pinto denuncia o neoliberalismo que subjaz à política educativa deste governo, complementando as ideias de Francisco Santos, que escreve sobre "A armadilha do mérito". Perante um modelo de avaliação condenado ao fracasso, a Fenprof apresenta uma alternativa, respondendo também aos anseios de quem olha de fora.

Em "As mil e uma tarefas dos professores" e "Metade dos professores tem mais de 100 alunos" fica bem patente o excesso de trabalho que fatiga estes profissionais. O computador Magalhães irrompeu pelas escolas acompanhado de uma propaganda intensa, bem desmontada por Francisco Santos. O Magalhães é também negócio e roça o ridículo com as acções de formação preparadas para professores.

Finalmente, alguns poemas onde se sente a revolta dos professores e uma lista dos principais blogues onde se manifesta a sua indignação.

 
< Artigo anterior
tit_todosdosiers.png
© 2019 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.