Nave de Loucos criar PDF versão para impressão
19-Nov-2008
Natasha NunesVitalino Canas diz que "estes números da taxa de desemprego revelam uma certa estabilidade". A questão é que onde o porta-voz do PS vê estabilidade, o país sente crise social.
Uma crise que durante o governo PS só se tem vindo a aprofundar.

Mais desempregados e mais precários hoje do que em 2005 mostram e provam no empírico o que Sócrates tenta mascarar no discursivo: quando mais de 420 mil pessoas estão sem emprego; se estima que cerca de um terço que trabalham estão sujeitos a um vínculo laboral precário; a protecção social é insuficiente, não abrangendo os desempregados de longa duração nem os  trabalhadores a recibos verdes; o valor do salário mínimo, mesmo depois de um miserável ajuste para os 450 euros não garante o sustento dos lares nem a sobrevivência condigna das famílias; quando, no que diz respeito à questão do emprego, o estado da arte é este então o governo falhou redondamente.

Sócrates, quando afirma que "o desemprego vai continuar a descer" mente descaradamente: não só não tem descido como, a não ser que haja uma mudança de trilho, vai progressivamente aumentar. Em vez do autismo autoritário, teimoso e vazio que o Primeiro Ministro personifica necessita-se, com urgência, de um plano para o emprego baseado, entre outros preceitos, nos mecanismos da criação de emprego público (ao invés das privatizações de alguns sectores da sáude, da educação e do ambiente), de benefícios fiscais válidos às PME's (pela contratação de jovens, pela integração de trabalhadores nos quadros e pela requalificação dos mesmos) e, last but not least, ancorado numa legislação laboral progressista em tudo contrária às disposições em vigor.

Entretanto, é quase como se estivessemos a bordo duma Nave de Loucos, capitaneada por um Executivo sorridente e festivo, bradando que em breve chegará ao bom porto quando, na verdade, se encaminha  para o abismo. Será contra o abismo da apatia e da desesperança que os portugueses culpabilizarão Sócrates e o PS em 2009.

Natasha Nunes

{easycomments}

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
© 2019 Esquerda.Net
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.