Bloco propõe vacina gratuita contra a gripe para os grupos prioritários
19-Mai-2010
Vacinação gratuita contra a gripe dos grupos de risco permitiria que Estado poupasse 7 milhões de euros - Foto Lusa/arquivoO projecto integra-se nos objectivos da OMS de vacinar 75% dos grupos prioritários até 2010. A medida levaria a que o Estado poupasse 7 milhões de euros por ano.

O Bloco apresentou um projecto de resolução para a inclusão da vacina contra a gripe sazonal no Programa Nacional de Vacinação e a sua administração anual através dos serviços de vacinação dos centros de saúde, a todos os indivíduos incluídos nos grupos alvo prioritários, que desejem que lhes seja administrada a vacina.

Com esta decisão o Estado poderia poupar cerca de 7 milhões de euros por ano. De acordo com os números apresentados pelo Bloco, o Estado gasta actualmente 5,5 milhões de euros com a participação nas vacinas e gastaria mais 3,4 se a vacina passasse a ser gratuita para os idosos e outros grupos prioritários. Este gasto seria compensado pela diminuição dos custos com internamentos. Estima-se que aumentar a cobertura da vacinação nos idosos, dos 50% para os 75%, permitiria evitar quase 2.900 internamentos e assim o Estado pouparia 110,5 milhões em internamentos. A medida proposta pelo Bloco permitiria assim aumentar significativamente a cobertura da vacinação da população de risco, nomeadamente os idosos, e simultaneamente reduzir gastos do Estado.

O deputado João Semedo justificou a apresentação do projecto de resolução agora:

"Julgo que existem dados suficientes para avançar, mas falar disto agora visa dar ao Governo tempo suficiente para fazer os estudos necessários. E a confirmarem-se os nossos argumentos, tomar a decisão a tempo da próxima campanha".

{easycomments}